Lisbon Baby Lab > Quem somos >

Quem somos





Equipa de Investigação

   

Directora do Laboratório de Fonética e Baby Lab. Doutorou-se em 1999, com uma tese sobre estrutura prosódica e entoação. A sua investigação centra-se na aquisição e desenvolvimento da prosódia, na percepção e na produção da língua, e no papel da prosódia no desenvolvimento da linguagem. Investigadora Responsável do projecto Horizon21.

   

Professora Associada do Departamento de Linguística, obteve o seu doutoramento em 2001 com uma tese sobre a palavra prosódica. A sua investigação foca-se na interface entre a fonologia, a morfologia e o léxico, com especial interesse na forma das palavras e nas suas propriedades. Investigador principal dos projetos EBELa e DEPE.

   

Investigadora no Lisbon Baby Lab. A sua investigação foca-se na prosódia visual na língua portuguesa falada e gestual. Para o seu doutoramento (Universidade de Lisboa, 2013), estudou a variação prosódica (melodia, ritmo) no português europeu. Está interessada na forma de como a variação prosódica é expressa por pistas visuais na produção e percepção, em adultos e crianças.

   

Catia é investigadora no projeto PLOs - Preditores de desenvolvimento da linguagem. Para o seu doutoramento (Universidade de Lisboa, 2016), estudou o papel da prosódia no desenvolvimento das capacidades de segmentação dos bebés e das capacidades das crianças para lidar com ambiguidades lexicais e sintáticas.

   
Jovana é investigadora de pós-doutorado no Lisbon Baby Lab, membro da equipa do projeto Horizonte 21. Obteve o seu doutorado em 2019 no Centro Basco de Cognição, Cérebro e Linguagem, com uma tese sobre o desenvolvimento do processamento de fala audiovisual em crianças monolíngues e bilíngues.
   

Cláudia é psicóloga clínica do Hospital Santa Maria e membro da equipa do projeto PLOs. Para o seu doutoramento (Universidade de Lisboa, 2018), estudou o desenvolvimento da linguagem e da comunicação no autismo.

   

Bolseiro de Doutoramento FCT, com uma tese sobre o desenvolvimento dos padrões de duração das primeiras palavras aos três anos de idade, comparando a fala infantil com o discurso dirigido à criança e o discurso entre adultos.

   

Com bolsa de doutoramento da FCT, o Nuno está a investigar o desenvolvimento da linguagem em crianças a aprender português e uma língua adicional. Também é membro da equipa do projeto PLOs.

   

Jahan é atualmente estudante de doutorado que investiga a aquisição de prosódia em várias línguas, com base em evidências de persa e português. Está também envolvido nas atividades do projeto PLOs.

   

O Ricardo é bolseiro de iniciação científica no Lisbon Baby Lab. Licenciou-se recentemente em Ciências da Linguagem pela Universidade de Lisboa e a aquisição da linguagem e patologias relacionadas com a fala estão entre os seus interesses.

   

Bolseira de Pós-Doutoramento FCT. Membro da equipa dos projectos EBELa e Horizon21. Doutorou-se em 2014, na Universidade do Porto, com uma tese sobre o desenvolvimento prosódico em crianças com desenvolvimento típico e atípico, em particular com perturbações do espectro do autismo.

   

Actualmente na Universidade de Bristol, Joe foi investigador de pós-doutoramento com um projecto sobre segmentação da fala e posterior desenvolvimento da linguagem em crianças que estão a adquirir o português europeu. É membro da equipa de investigação do projeto PLOs. Obteve o seu PhD em Psicologia na Universidade de Plymouth em 2010, com uma tese sobre a percepção de sotaques e dialetos em adultos e crianças.

 


Professora Auxiliar na Renmin University of China e colaboradora do Lisbon Baby Lab. Doutorou-se em 2013, na Universidade da Florida, com uma tese sobre a produção e a percepção de tons, usando métodos comportamentais e potenciais evocados. Foi bolseira de pós-doutoramento no projecto EBELa.