Bem-vindo

O projecto Horizonte21 estuda o papel que sinais precoces no desenvolvimento da linguagem podem ter enquanto preditores do desempenho linguístico subsequente, em particular nos casos de perturbações da linguagem associadas ao Síndrome de Down (SD).
As capacidades perceptivas no 1º ano de vida parecem desempenhar um papel decisivo na segmentação da fala (discriminação de unidades fonéticas, sílabas, palavras, e suas combinações), o que por sua vez se reflecte na aprendizagem de palavras e no processamento sintáctico. Dificuldades na discriminação de qualquer destes contrastes na fala podem conduzir a défices na linguagem. Há uma prevalência de défices de linguagem numa variedade de perturbações do neurodesenvolvimento, entre as quais se encontra o Síndrome de Down. Contudo, os défices linguísticos no SD estão entre os menos estudados e o foco da investigação não tem incluído as fases mais iniciais da linguagem e, em particular, as capacidades de percepção da fala do bebé. Logo, os marcadores precoces de desenvolvimento linguístico no SD estão largamente por estabelecer. Este projecto visa contribuir para esta linha de pesquisa centrando-se nas capacidades dos bebés com SD requeridas para o processamento da fala em diferentes domínios linguísticos.
As tarefas do estudo são inofensivas e completamente seguras para os bebés, consistindo no registo do movimento dos olhos dos bebés, ou da sua actividade cerebral (EEG), durante a audição de sons e visualização de imagens, a par do preenchimento de questionários sobre o desenvolvimento dos bebés. Assim, investiga- se um conjunto de potenciais marcadores precoces, num estudo prospectivo em que os bebés testados a partir dos 5-6meses são seguidos até aos 30 meses.
Esta investigação contribui para a compreensão dos fundamentos da aquisição da linguagem, com grande potencial de impacto social, com benefícios para indivíduos e famílias, concorrendo para uma sociedade mais inclusiva e um horizonte melhor para todos nós.
Projecto financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, Portugal, numa colaboração com o Diferenças e a Associação Portuguesa de Portadores de Trissomia 21.

Ler mais


Últimas...


Revista Descubra as Diferencas
"Horizonte 21 – Novas linhas de investigação em Trissomia 21" e a investigação sobre o desenvolvimento da linguagem.